Páginas

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Dica: O seu pênis (esposa que humilha o marido) (+18)

vel: Iniciantes


Outra arma que pode usar a seu favor é o pénis do seu marido, no fundo, no fundo sabia que um dia teria alguma utilidade... É pequeno, ejacula depressa demais e não lhe dá prazer. Poderá usar estes fracos atributos para o humilhar.

Sinta-se livre para gozar e ridicularizar pénis do seu marido. Trate-o por alcunhas depreciativas como "clitóris", "pequeno clitóris","pauzinho","pequenote","pila murcha","coisinha". Evite também tratar o seu marido pelo nome, em alternativa use diminutivos ou alcunhas como "pequenino", "miudinho". Faça-o saber a todo o momento o que pensa sobre o seu insignificante pénis, anormalmente pequeno e inútil.


Em contrapartida faça regularmente referência ao seu fantástico vibrador comparando-o com o pénis dele. Masturbe-se com o aparelho deixando o seu marido assistir. Mostre-lhe como é bom ser penetrada por um verdadeiro pénis até atingir o orgasmo. Quando acabar de se divertir, mostre-lhe o estado em que o vibrador deixou a sua vagina dizendo-lhe "É assim que a rata fica depois de ser comida por um caralho verdadeiro". Depois obrigue-o a limpar o vibrador com a língua, tratando-o como um objecto.


Ele irá querer usar sempre o pénis dele também, ou penetrando-a ou masturbando-se. Será fácil recusar-lhe a penetração, já o masturbar é mais difícil de evitar. Se permitir que o seu marido se masturbe ele vai deixar de precisar e desejar a sua vagina e isso faz com que o seu poder sexual diminua. Todo o prazer que tenha tem que vir através de si, proíba-o de despertar qualquer tipo de prazer a si próprio. Faça-o saber que o seu pénis é sua propriedade e que não está autorizado a tocar-lhe sem a sua permissão. Com o tempo irá perceber que ele se irá masturbar independentemente de tudo o que lhe possa fazer ou dizer, por isso deve usar um "cock cage" para que tal não aconteça (Ver Pénis na Gaiola).


Suspeite sempre sobre a masturbação. Pergunte-lhe com frequência se ejaculou e avise-o que está atenta a qualquer indicio. Não tenha problemas em o espiar para confirmar que lhe obedece, mesmo que não haja qualquer sinal de engano. Aponte uma câmara para o seu computador, saiba os sites que visita instalando alguns programas de controlo no seu computador, procure no lixo e na roupa qualquer indicio do acto. Se o apanhar castigue-o severamente, recorde-lhe que é proprietária do seu pénis e que está proibido de o voltar a usar sem a sua autorização.

Um comentário:

Comente sem medo de ser feliz: