Páginas

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Dica: Como Escolher o Primeiro Amante (+18)




Um dos maiores desafios da esposa quando é chegado o momento de trazer o primeiro amante para casa, é o de encontrar o homem certo. Tente encontrar um homem mais novo, bonito e dotado que o seu marido. Quer vê-lo sofrer com ciúmes. Antes de escolher, reúna vários candidatos e estude-os. Analise não só as partes óbvias como o tamanho do pénis, a força e estamina, mas também a sua personalidade e carácter. Você procura um homem que não seja nem muito quente, nem muito frio, algo intermédio. O homem ideal deverá conseguir conquistar o domínio sobre si e o seu marido, mas sem nunca passar dos limites. Deverá ser fisicamente seguro e confiante e claramente superior ao seu marido. Acima de tudo deverá reunir os atributos que mais aprecia num homem.

Homens que deve evitar:

  • Amigos, vizinhos ou colegas de trabalho 
  • Antigos namorados ou ex-maridos;
  • Gabarolas oportunistas 
  • Homens violentos 
  • Homens com baixa auto-estima 

Características do homem ideal: 
  • Criativo 
  • Calmo e Equilibrado 
  • Ousado 
  • Culto e Inteligente 
  • Seguro e Confiante 
  • Extrovertido 
  • Idade entre os 30 e os 40 anos 
  • Experiente 
  • Forte e Dominador 
  • Aparência física agradável e cuidada 
  • Pénis maior que o do seu marido 
  • Mente aberta e receptiva 
  • Discreto 



Para começar, seja honesta com o seu amante logo de inicio. Diga-lhe que é casada e que o seu marido é sexualmente fraco e inferior. Contudo, não seja completamente honesta com o seu marido nesta primeira fase. Quer deixa-lo alerta, curioso e desconfiado. Mantenha-o num estado elevado de ansiedade, alimentando a dúvida e a insegurança. Quando sair nunca diga nada óbvio ou concreto, deixe transparecer que pode ter sexo mas sem o dizer directamente, diga por exemplo"Vou sair com alguns amigos e posso chegar um pouco mais tarde...". Ao voltar mais tarde ou nem sequer voltar, a imaginação do seu marido vai fazer o resto por si. Irá sentir-se preocupado, furioso, frustrado, impotente mas ao mesmo tempo excitado. Assim, enquanto está a namoriscar, dançar ou jantar com outro homem, o seu marido estará mergulhado num profundo estado de angustia mental.

Se não se sentir completamente confiante na reacção do seu marido, não avance para o acto sexual com o seu amante. Ao não revelar o que vai fazer, guardar segredo ou esconder o amante, o acto pode confundir-se com traição. Só não é considerado traição quando o marido tem conhecimento ou previamente concordou ou aceitou essa situação. Se ainda não chegou a esse patamar de "liberdade", modere as suas saídas, mais do que isso, tenha sempre forma de provar que nada se passou entre si e o outro homem.




Antes de ter sexo com o seu amante, deve informar o seu marido do que se está a passar. Se não quiser falar directamente com ele sobre o assunto, comece a chegar a casa com alguns sinais reveladores, por exemplo, cabelo despenteado, botões desapertados, roupa do avesso, arranhões etc. Se ele perguntar responda-lhe directamente "Isto ? É do meu novo namorado. É um pouco bruto", mas não responda a nenhuma questão mais especifica.

Depois de algum tempo, num dia em que chegue tarde a casa, diga ao seu marido para lhe fazer sexo oral, mas antes prepare-se para esse momento masturbando-se com o vibrador. Quando sentir que está molhada e aberta está pronta. Sente-se em cima da sua boca e faça-o perceber o que aconteceu, quando ele desconfiar já será demasiado tarde e nem conseguirá falar pois tem a sua vagina mesmo na sua cara e não terá outra escolha senão lambê-la.




Se sentir que a reacção dele não foi a que esperava, e que poderá por em causa a sua relação, ria-se da forma como o enganou, mostre o vibrador, diga-lhe o que fez e onde esteve. Depois castigue-o não deixando tocar-lhe durante alguns dias como sinal do seu desagrado em relação á quebra de confiança demonstrada.

Por outro lado, se a reacção for a esperada, pode avançar para o acto sexual fora de casa. Quando voltar sente-se novamente sobre a boca do seu marido e faça-o lamber-lhe a vagina. Se correr bem, numa nova saída, poderá voltar com a vagina cheia de esperma e sem lhe dizer nada volte a sentar-se na sua cara para ele a lamber. Dê um passo de cada vez e tudo correrá bem.

Cuidado: Antes de deixar que outro homem ejacule dentro de si ou mesmo para a zona genital, deve garantir que existe segurança e confiança suficiente para o permitir, pois o risco de transmissão de doenças é muito elevado quer para si quer para o seu marido.




Quando finalmente levar o seu amante para casa apresente-o ao seu marido como namorado. Nessa altura o seu marido já deverá saber tudo sobre ele e o que se está a passar. Deve também aprender previamente como se comportar. Ensine-o a ser afável e cordial com os seus namorados e a fazer tudo o que eles lhe mandam. Diga-lhe "Esta noite vou ser fodida por um homem a sério, deves obedecer e ser simpático com ele". No inicio leve o seu amante para o quarto e feche a porta à chave deixando o seu marido do lado de fora. Assegure-se que faz barulho suficiente para ele ouvir. Aos poucos ele irá sentir-se cada vez mais confortável com a sua nova posição e estará preparado para estar ao seu lado a ver.

Não permita ao seu marido chegar ao orgasmo. Tal só pode ocorrer no final da noite e apenas se se portar bem. Caso tenha um orgasmo a meio, o momento poderá ser quebrado pois a excitação termina e com ela a sua submissão. Pode mesmo perder a cabeça deixando-se cegar pelo ciúme e tornando-se violento. Esteja atenta, force-o a usar o "cinto de castidade", prenda-lhe as mãos ou proíba-o de tocar no pénis.


Quando lhe permitir assistir ao sexo, faça todo o tipo de coisas com o seu amante que nunca tenha feito com o seu marido. Engula vorazmente o pénis do seu amante, compare o tamanho dos dois e mostre o quanto lhe dá mais prazer. Deixe que o seu amante a trate com brutalidade, deixe-o ejacular dentro de si, se sentir segurança, deixe-o fazer sexo anal. Transforme-se na prostituta que o seu marido nunca teve e deixe-o perceber que poderia ter tudo aquilo se não fosse um idiota.

Mantenha o seu marido activamente envolvido na sua própria humilhação. Faça-o implorar ao seu amante para a "foder" ou "comer" com mais força. Dê-lhe ordens como "chupa o caralho do meu namorado" ou se não sentir segurança, diga-lhe apenas "mete o caralho do meu namorado dentro de mim". É importante não dar ordens quando não se tem 100% de certeza que ele as cumpre. Antecipe-se sabendo de antemão as ordens que ele vai certamente obedecer. Dessa forma não terá que lidar com desobediência e falta de autoridade da sua parte.

Nunca o trate pelo nome, use sempre um termo depreciativo ou apenas "corno".

Grite de prazer e diga-lhe frases como: 
  • "Ele é tão maior que tu" 
  • "É assim que um verdadeiro homem fode uma mulher" 
  • "Finalmente tenho um caralho a sério dentro de mim" 
  • "Aprende como se fode, corno inútil" 
Mais uma vez, mantenha-se sempre atenta ao seu marido e nunca o deixe tocar no pénis, uma boa forma de o fazer e dizendo-lhe para se sentar sobre as mãos. Depois de o seu namorado terminar diga ao seu marido para limpar a sua vagina com a língua Se tiver certeza mande-o limpar também o pénis do seu namorado com uma toalha ou com a língua.

Bom divertimento!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente sem medo de ser feliz: